Blog

A Era da supremacia quântica

Raphael Di Tommaso

 

A Era da Supremacia Quântica 

 
O anúncio do novo computador quântico útil do Google, Sycamore, renovou as expectativas de desenvolvimento quântico na atualidade. Em um teste realizado recentemente, o computador conseguiu desvendar um gerador de números aleatórios em apenas 200 segundos. Este feito trouxe grandes expectativas para a evolução dessa tecnologia, sendo considerado o marco inicial da Era da Supremacia Quântica.  
 
 

Computador quântico x computador comum 

 
Os computadores quânticos utilizam princípios da física quântica para solucionar grandes cálculos em um tempo relativamente curto. Enquanto isso, os computadores comuns até podem realizar essa função, mas levarão muito mais tempo, sendo impossível para o ser humano aguardar por esse resultado em vida.  
 
Outro aspecto importante das diferenças entre as máquinas é a forma como a informação é processada. O computador comum utiliza o bit, representado por 1 ou 0, já o computador quântico utiliza o qubit, que pode ser 0 e 1 ao mesmo tempo. Ou seja, enquanto o bit convencional analisa uma combinação de cada vez, uma dupla de qubits pode analisar quatro pares de informação de forma simultânea, tornando essa tecnologia muito mais rápida e eficiente. 
 
 

Como funciona o chip quântico da Google? 

 
O Sycamore contém 53 qubits e pode ser considerado um dispositivo de última geração para a tecnologia quântica. O teste realizado pelos pesquisadores da Google AI Quantum, em conjunto com acadêmicos do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), teve como objetivo estabilizar os qubits por tempo suficiente para solucionar problemas que outras máquinas levariam anos para resolver.  
 
Durante o teste, o chip quântico do Google teria conseguido compreender o funcionamento de um gerador de números aleatórios em apenas três minutos e vinte segundos, enquanto um computador convencional levaria milhares de anos para chegar a esse resultado. O Sycamore utiliza princípios da física quântica em sua performance, sendo considerado altamente eficiente para a resolução de cálculos. No entanto, vale lembrar que quanto maior for o número de qubits reunidos, maiores serão as chances de ocorrerem instabilidades.  
 
 

Os computadores quânticos e a segurança digital 

 
A capacidade de atuação do Sycamore possibilita a rápida resolução de problemas de alta complexidade como, por exemplo, a quebra de criptografias. Isso representa um grave risco à proteção de dados, visto que, enquanto a criptografia busca tornar ilegíveis as informações enviadas pela internet, a computação quântica atua de forma rápida para desvendar esses códigos. 
 
No âmbito do Direito Digital, existem normas que visam à preservação e proteção das informações online dos indivíduos. Como exemplo, podemos citar a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrará em vigor em 2020 e tem como objetivo garantir maior segurança jurídica a empresas e titulares destes dados.  
 
Até lá, é importante que as empresas se informem e se preparem para essa nova configuração da privacidade de dados, principalmente frente ao constante desenvolvimento da computação quântica. O Di Tommaso possui amplo conhecimento na área de Direito Digital, estando à disposição para orientar as empresas sobre a LGPD e seus possíveis reflexos em meio à sociedade. Entre em contato e saiba mais! 

 

Voltar